Noticias

Cinco corpos do incêndio no Flamengo só poderão ser identificados por DNA

Cinco corpos do incêndio no Flamengo só poderão ser identificados por DNA

WEB RADIO PINARE

fevereiro 9th, 2019

0 Comments

Quatro mortos foram liberados do IML e devem ser enterrados neste sábado (9).

Cinco corpos do incêndio no Flamengo estão carbonizados e só poderão ser identificados por exames de DNA. A Polícia Civil afirmou não haver condições para o reconhecimento por métodos tradicionais, como impressões digitais ou arcada dentária.

Na manhã deste sábado (9), quatro dos 10 corpos foram identificados. Às 13h40, o IML chegou ao quinto identificado (veja lista abaixo).

Nos demais, entretanto, será preciso recorrer a teste genéticos, o que pode demorar semanas: será preciso colher material de parentes – como saliva, células da bochecha ou fios de cabelo – e compará-los com o dos corpos.

incêndio aconteceu na sexta (8). Todas as vítimas eram atletas da base do time – tinham entre 14 e 16 anos. De acordo com o clube, há três jovens internados, dois deles em situação estável e conscientes; o terceiro está em estado grave. O fogo destruiu parte dos alojamentos em que eles estavam. A suspeita é que a causa seja um curto-circuito no ar-condicionado.

O Flamengo chegou a entregar imagens das arcadas dentárias dos atletas na esperança de agilizar a liberação dos corpos do Instituto Médico-Legal do Rio (IML). Mas não será possível nos corpos que ainda aguardam perícia.

Corpos identificados:

  • Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas, liberado do IML na madrugada. O enterro será neste sábado em Volta Redonda (RJ);
  • Bernardo Pisetta, ainda no IML;
  • Pablo Henrique da Silva Matos, identificado por impressões digitais e liberado do IML na madrugada. O enterro será neste sábado em Oliveira (MG);
  • Victor Isaías, ainda no IML.

Aguardam identificação e liberação:

  • Athila Paixão, de 14 anos;
  • Christian Esmério, 15 anos;
  • Gedson Santos, 14 anos;
  • Jorge Eduardo Santos, 15 anos;
  • Rykelmo de Souza Vianna, 16 anos;
  • Samuel Thomas Rosa, 15 anos.

Relembre a tragédia

O INCÊNDIO

  • A tragédia aconteceu no fim da madrugada de sexta (8) no Ninho do Urubu, como é conhecido o Centro de Treinamento Jorge Helal, em Vargem Grande, Zona Oeste do Rio;
  • Foram dez mortos três feridosTreze escaparam ilesos;
  • No alojamento, dormiam garotos de 14 a 17 anos dos times juniores do Flamengo;
  • Por causa do temporal da última quinta (7), que deixara o Ninho do Urubu sem luz, treinos foram cancelados. Com isso, jovens que tinham residência no Rio puderam dormir em suas casas;
  • O incêndio começou às 5h07 em um dos seis módulos de contêineres adaptados para dormitórios. A hipótese mais provável é um curto-circuito em um ar-condicionado;
  • Imagens obtidas pela TV Globo mostram jovens saindo do alojamento quando o fogo já ardia em um dos quartos. Câmeras de segurança registraram ainda explosões e muita fumaça. Tentativas de debelá-lo com água de bebedouros e extintores foram em vão;
  • Bombeiros chegaram rapidamente, mas já encontraram os contêineres envoltos em chamas. O fogo foi apagado às 6h30;
  • Três atletas foram levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra. Em estado mais grave está Jhonatan Ventura, com queimaduras em um terço do corpo;
  • Dez jovens foram encontrados sem vida. Todos vieram de fora da cidade do Rio.

A INVESTIGAÇÃO

  • Tanto a Prefeitura do Rio quanto o Corpo de Bombeiros do RJ afirmam que o CT do Flamengo tem pendências no licenciamento;
  • Segundo os bombeiros, o Ninho do Urubu ainda não tem o Certificado de Aprovação, que atesta o esquema contra incêndios. A corporação afirma que a documentação está em processo de regularização;
  • Já a prefeitura informou que o dormitório não tem licença. “A área de alojamento atingida pelo incêndio não consta do último projeto aprovado pela área de licenciamento, no dia 5 de abril de 2018, como edificada”, diz em nota. “No projeto protocolado, a área está descrita como um estacionamento“, frisa a prefeitura;
  • O município acrescentou que a atual licença do CT tem validade até 8 de março deste ano e que “não há registros de novo pedido de licenciamento da área para uso como dormitórios”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *